O advogado Dr. Jonatas Lucena especialista em cibercrimes nos explica que é possível recuperar a conta desativada e bloqueada do instagram, porém, se você optou por deletá-la, corre o risco de ter de criar outra conta com outra arroba (nome de usuário). 

O processo de recuperação de conta é simples, basta realizar o login novamente que a plataforma entende, automaticamente, que você voltou a utilizá-la.

No caso de exclusão, você concorda com a eliminação total e permanente da conta, sendo assim, não há forma de recuperá-la, perdendo consequentemente todo o conteúdo vinculado a ela, sendo assim, não é possível recuperar a conta deletada do instagram. 

Se sua conta foi bloqueada por violação nos termos de uso e diretrizes da comunidade, você pode tentar recuperá-la com uma solicitação (disponibilizada na própria plataforma), onde você relata o porquê acha que o bloqueio foi aplicado de forma incorreta. O Dr. Jonatas Lucena ressalta que, na maioria dos casos, o instagram não retorna, sendo mais fácil e eficaz criar outro nome de usuário. 

Se sua conta foi banida, entenda que existem alguns fatores que podem ter causado tal situação: 

  • Atividades em massa: prática excessiva de uma função do aplicativo, sendo, seguir contas, curtir publicações e por aí vai. 
  • Denúncias: Sua conta recebeu um número excessivo de denúncias (geralmente tendo pouquíssimas chances de recuperação).
  • Atividade suspeita: Login em um endereço IP incomum. É a forma do Instagram proteger suas informações de invasores. Geralmente você consegue recuperar a conta por meio dos e-mails que a plataforma te encaminha. 
  • Publicações com direitos autorais ou que violem as políticas da plataforma: Conteúdo ilegal ou com direitos autorais não são aceitos, resultando em bloqueio. 

Mesmo assim, se você acredita que sua conta foi banida injustamente, ou suspeita que alguém está tendo acesso a suas informações pessoais, entre em contato com um profissional qualificado e especialista que possa te auxiliar. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui